Decisão se refere a testes dentro dos ensaios Solidariedade. Anúncio foi feito nesta quarta-feira (17); entidade afirmou que evidências científicas apontam que a substância não reduz a mortalidade de pacientes internados com o novo coronavírus.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou, nesta quarta-feira (17), que vai suspender, pela segunda vez, os ensaios clínicos com hidroxicloroquina contra a Covid-19. Segundo a entidade, as evidências científicas apontam que a substância não reduz a mortalidade em pacientes internados com a doença.

A decisão da OMS se refere aos testes dentro dos ensaios Solidariedade, iniciativa global que busca tratamentos para o novo coronavírus.

"Hoje, há cinco minutos, nós finalizamos uma ligação com todos os pesquisadores no ensaio. Com base nas evidências disponíveis, a decisão tomada foi de parar a randomização com o ensaio da hidroxicloroquina", explicou a médica Ana Maria Henao Restrepo, do programa de emergências em saúde da organização.

Restrepo explicou que a decisão foi adotada com base nas evidências encontradas no ensaio "Recovery", do Reino Unido, que não encontrou benefícios em usar a hidroxicloroquina contra a Covid-19, e em dados disponíveis nos próprios ensaios Solidariedade.

A entidade já havia suspenso os testes com a substância, que é usada para tratar doenças autoimunes e alguns tipos de malária, no dia 25 de maio. Depois, entretanto, retomou os ensaios.


Fonte: G1

Deixe seu Comentário