O Gabinete concordou com uma mudança nos níveis de alerta da Covid-19 para Auckland, que é o centro do surto atual da Covid-19, e o restante da Nova Zelândia nesta semana.

Os níveis de alerta foram revisados ​​pelo Gabinete ontem, e nenhum novo caso de Covid-19 foi relatado na Nova Zelândia.

Aqui está o que você precisa saber sobre a mudança nos níveis de alerta:

Nível 2 para Auckland

Auckland opera em "nível de alerta 2,5" feito sob medida desde 31 de agosto, como uma redução das restrições de nível 3.

A cidade vai agora descer para o nível 2, com restrições às aglomerações flexíveis, às 23h59 de quarta-feira.

Esse nível vigorará por 14 dias, e o Gabinete revisará essas configurações novamente em 5 de outubro.

A mudança nos níveis significa que reuniões de até 100 pessoas agora serão permitidas em Auckland.

A primeira-ministra Jacinda Ardern disse que apesar da queda nos níveis, os habitantes de Auckland precisam permanecer vigilantes e ficar em casa se estiverem doentes e fazer o teste, "mesmo que seja apenas uma tosse", e continuar utilizar o app e manter um registro de para onde vão.

Mascaras continuarão a ser obrigatória no transporte público e também em voos de ida ou volta para Auckland.

Para Auckland passar para o nível 1, seria necessário que a cidade mantivesse sua atual trajetória de queda de casos, disse Ardern.

"Essencialmente, Auckland precisa de mais tempo. Embora tenhamos confiança razoável de que estamos no caminho certo, ainda há necessidade dessa abordagem cautelosa, este foi o centro do surto e é por isso que esse cuidado é necessário aqui."

Ela disse que se Auckland continuar no caminho certo, o Gabinete consideraria mudar os níveis de alerta a partir de 7 de outubro.

Nível 1 para o restante da Nova Zelândia

O restante do país irá descer para o nível de alerta 1 a partir da hoje.

Ardern disse que essa mudança foi possível porque não houve propagação regional do vírus fora de Auckland.

No entanto, no nível de alerta 1, ainda existe o risco de Covid-19 retornar à comunidade, de acordo com o Ministério da Saúde.

Ficar em casa quando doente continua sendo importante no nível 1, pois o risco de propagação do vírus na comunidade é maior quando não há restrições para sair.

O público é encorajado a continuar monitorando seus movimentos e contatos, seja usando o aplicativo NZ Covid Tracer ou no diário.

Embora as máscaras faciais não sejam obrigatórias no nível 1, elas ainda são recomendadas em ambientes onde o distanciamento físico é mais difícil.

A operadora de transporte público de Christchurch, Ecans, disse que as coberturas faciais fornecem um nível extra de proteção e, sem regras de distanciamento físico, foram incentivadas a manter as pessoas seguras.

O Metlink está incentivando todos os passageiros a registrar suas viagens, usando o aplicativo de rastreamento Covid-19 do governo para fins de rastreamento de contato.

A Air New Zealand afirma que continuará a fazer com que os passageiros usem máscaras em todos os voos domésticos como precaução enquanto Auckland estiver no nível de alerta 2.

O Ministério da Saúde também recomenda estar preparado tendo um suprimento de mascaras para todas as pessoas da casa.


Via RNZ

Deixe seu Comentário