A Nova Zelândia tem 13 das melhores experiências de viagens do mundo, com nossa melhor oferta em 29º lugar na lista, de acordo com o Lonely Planet.

No topo da lista de 500 “experiências imperdíveis de viagens globais” está Petra, na Jordânia, a antiga cidade esculpida em pedra.

A melhor experiência da Nova Zelândia, de acordo com os autores, é o Parque Nacional Fiordland, classificado em 29º, enquanto Queenstown está bem perto do fim da lista global, classificado em 496º.

A lista descreve Fiordland como uma “paisagem de gigantes” e a compara a voltar ao período jurássico, onde “o coração da selva” acena.

“O terreno acidentado oferece algumas das caiaques e caminhadas mais alucinantes do mundo”, disse o Lonely Planet.

Os locais da Nova Zelândia na lista são:

29. Parque Nacional Fiordland

72 Parque Nacional Abel Tasman

80. Parque Nacional Aoraki / Mt Cook

122. Kaikoura

151. Ilha Waiheke

189. Baía das Ilhas

207. Cavernas Waitomo

209. Lago Wanaka

261. Praia de águas quentes, Península de Coromandel

327. Whakarewarewa

355. Ilha da Grande Barreira

419. Stewart Island

496. Queenstown

 

Os 10 melhores lugares em todo o mundo são:

1. Petra, Jordânia

2. As Ilhas Galápagos

3. Parque Nacional Uluru-Kata Tjuta, Austrália

4. Delta do Okavango, Botswana

5. Parque Nacional de Yellowstone, EUA

6. Lago Bled, Eslovênia

7. Cataratas do Iguaçu, Argentina-Brasil

8. Templos de Angkor, Camboja

9. Salar de Uyuni, Bolívia

10. Circuito de Annapurna, Nepal



A lista das 500 “experiências de viagem mais emocionantes, memoráveis ​​e interessantes do mundo” aparece na segunda edição do livro Ultimate Travel List da Lonely Planet .

Com as restrições de fronteira impostas por muitos países em resposta ao Covid-19, a Lonely Planet sugeriu que o livro ajudaria a “satisfazer seu desejo de viajar da segurança de uma poltrona”.

A forma como a lista foi calculada mudou desde a primeira edição do livro, com pontos extras para locais que administram o turismo de forma sustentável, disse Chris Zeiher, da Lonely Planet.

A segunda edição teve 200 novas entradas.

Enquanto a Austrália teve o terceiro participante mais bem avaliado em geral, teve apenas nove entradas na lista, em comparação com 13 da Nova Zelândia.

 

Via Stuff

Deixe seu Comentário