As empresas de Auckland estão depositando grandes esperanças na mudança para o nível de alerta 1, após serem duramente atingidas e terem as vendas diminuídas.

Com as restrições a reuniões sociais, distanciamento físico e coberturas faciais agora relaxadas, as empresas esperam que a tão esperada “normalidade”e traga uma onda de clientes.

Māngere, no sul de Auckland, foi um dos bairros mais afetados pelo segundo surto de Covid-19.

O proprietário da loja de roupas Pacific Fashions, Vinod Kumar, disse que foi a pior época para negócios que ele viu em 29 anos.

Kumar disse que os varejistas perderam todos as principais datas de venda, incluindo Páscoa, Dia das Mães e Dia dos Pais. Ele está depositando suas esperanças de retorno no Samoan White Sunday neste fim de semana, uma tradição que celebra a infância.

"Esperamos que as coisas melhorem gradualmente .. será talvez um começo lento, mas estamos ansiosos para os próximos meses até o Natal."

Jiten Lal, que dirige a Jit Shoes, disse que seu negócio ficou pior na segunda onda.

Para aumentar a receita, ele está criando um site para fazer negócios online. No entanto, ele também espera que a mudança para o nível 1 impulsione o comércio.

"Deveria haver mais pessoas por aí. Neste nível 2, acho que as pessoas ficaram um pouco assustadas ao sair, mas parece que o nível 1 será muito melhor."

Alan Stani, gerente de plantão da loja de frango frito Chicking, disse que eles estavam fazendo apenas entregas e itens para viagem durante o nível 3, e no nível 2 ainda não havia muitas pessoas que optaram por entrar.

"Estamos muito felizes [por alcançar o nível 1] porque durante o bloqueio perdemos muitos clientes. Esperamos mais clientes para jantar", disse Stani.

Já se passaram 57 dias desde que a cidade foi transferida para o nível 3, depois que uma família de quatro pessoas testou positivo para o vírus em 11 de agosto.

O cluster se espalhou e se tornou o maior do país, infectando 179 pessoas e matando três. Sua fonte permanece um mistério.

 

Via RNZ 

Deixe seu Comentário